Ilustração_Sem_Título.png

sobre

A Midas Revista é um periódico semestral que publica contos com protagonismo de minorias sociais escrito por autories dessas minorias. Nosso propósito é trazer mais diversidade para a Literatura Nacional e auxiliar autories independentes à levar suas histórias para cada vez mais pessoas. A nossa equipe é formada por:

IMG_20200824_105639_053_edited.jpg

Vicent Bernardo A. Santos 

(Fundador, Designer e Editor-chefe)

Escritor, ilustrador e designer sergipano. Escreveu contos para a Ed. Resistência, Ed. Vecchio e Revista Subversa, publicou três contos de forma independente na Amazon e tem um financiamento coletivo para ajudá-lo a publicar sua próxima trilogia de Super-Heróis sergipanos. 

Twitter | Instagram| Apoia.se

ANA YASSUDA.jpg

Ana Yassuda 

(Revisora)

Nasceu em 2000 na cidade de Taubaté. É colaboradora da Midas Revista como revisora. Enquanto cursa Direito em São Paulo, também grava o podcast Literárias (@as_literarias no Instagram) e participa da Academia de Letras dos Estudantes do Mackenzie. É autora do livro Uma Monografia Sobre Engarrafamentos e do conto Dez Páginas Para o Ano Novo, ambos publicados pela Duplo Sentido editorial, e também de Pão de Beijo e Eu Não Sou Fluente Em Poesia, publicados de forma independente na Amazon. 

Twitter | Instagram

Arthur Araújo.jpg

Arthur Araújo 

(Editor)

Arthur Araujo é preto e ace, mora no interior da Bahia, faz um pouco de tudo e é Editor na Revista Midas. tem 4 contos publicados na Amazon: “Me cura” “Em queda livre” “Entre todas as mentiras que contamos” e “Avenida Oceânica”.Tem dois podcast um chamado “Bons & Velhos tempos” e outro “Alerta Diversidade” ambos disponíveis no Spotify.

Twitter | Instagram

JU MEDINA.jpg

Juliana Medina 

(Revisora)

Juliana Medina é acadêmica de Letras da Unioeste, cresceu numa cidadezinha pequena do Paraná e escreve fantasia urbana para tornar o próprio mundo mais divertido. Colaboradora da Midas Revista como revisora, já participou das antologias “Círculo do Medo” (2015), da Editora Andross, e “Não Morre no Final” (2020), da Editora Resistência. 

Twitter | Instagram